domingo, 17 de julho de 2016

Prendas de aniversario

O senhor Carlos dos Santos Matias, antigo músico e fundador desta formação da Banda Filarmónica de Pinhel, ofereceu à Banda no dia da sua festa de aniversário este bonito brasão feito com pedra, da sua autoria.
Bem-haja, senhor Carlos, pelo gesto e pelo amor incondicional à nossa Filarmónica! 



O nosso amigo e conterrâneo Carlos Pereira dedicou à Banda Filarmónica de Pinhel um poema da sua autoria, que leu no dia do aniversário e que muito nos honrou.

"Deitar-me num banco, assim ficar

Admirando a banda, atenção profunda
Envolto em teu seio, admirar
Academia de Música tão fecunda
Como uma mãe que o filho quer criar
Talentosa mocidade que abunda
Vão actuando também para mim
Orgulho de Pinhel neste jardim.



Julho tórrido neste palco quente
Primorosa Banda acolhedora
Música que vigora no presente
Melodia suave encantadora
Levem daqui em vossa mente
Talentosa juventude promissora
Foi o que ditou meu coração
Sublime terra, Cidade Falcão."

Bem-haja!


Festa do 30.º Aniversário

Dando cumprimento ao programa de comemorações do 30.º aniversário da Banda Filarmónica de Pinhel, decorreu no passado sábado, dia 16 de julho, a grande festa de aniversário.
Entre amigos e familiares, foi em espírito de alegria e celebração que vivemos intensamente este dia que ficará, certamente, na memória de todos os que tiveram a oportunidade de o sentir.
Pela manhã, levámos os nossos convidados (os colegas das Bandas de Silvares e Aldeia de João Pires) a conhecer a Casa da Cultura de Pinhel, apresentando-lhes em pormenor o Museu Municipal e o Museu José Manuel Soares; durante a tarde, cada uma das bandas protagonizou uma arruada por diversas ruas da cidade, culminando no Largo Ministro Duarte Pacheco (frente à Câmara Municipal), onde se seguiu uma sessão solene comemorativa deste aniversário. Uma cerimónia simbólica, muito emotiva e cheia de significado para antigos e actuais músicos e dirigentes. Ao final da tarde, foi inaugurada a exposição "30 Anos de Música", patente no Castelo de Pinhel e dedicada às três décadas de existência desta formação da Banda Filarmónica, momento que foi antecedido pela estreia [mundial] do Hino da Banda Filarmónica de Pinhel, da autoria do maestro Gonçalo Pinto.
Após o jantar, a sobremesa foi servida em forma de bolo de aniversário, que não poderia faltar à festa...
Para culminar os festejos, cada uma das bandas protagonizou um concerto no Jardim 5 de Outubro, junto ao coreto. 
É com o coração cheio e muito orgulho que fazemos um balanço extremamente positivo deste dia que esperávamos grande e que, sem dúvida, superou as nossas expetativas! 
Não poderíamos terminar sem agradecer a todos aqueles que, direta ou indiretamente, contribuíram para o sucesso do evento. Agradecemos, ainda, à Banda Filarmónica Aldeia de João Pires e à Sociedade Filarmónica Silvarense por terem acedido ao nosso convite e feito parte da festa, bem como aos amigos de Pínzio, da EPABI e ao professor e amigo Pedro Amaral pela ajuda que nos proporcionaram. Por último, mas não menos importantes, agradecemos também a todos aqueles que se associaram à festa e partilharam connosco este dia tão marcante na história da nossa Filarmónica (familiares, antigos músicos, amigos e comunidade em geral). A todos, o nosso sincero BEM-HAJA!